Psicóloga responde- Ansiedade

 (Por Psicóloga Especialista Samira Falcão)
  • A ansiedade é considerada uma doença?

Sim, de acordo com o DSM-V (manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais). Ansiedade sempre fez parte da história do ser humano, as reações fisiológicas geradas em situações potencialmente estressoras, onde chamamos de “ ansiedade” faz com que nosso corpo se programe para agir. O problema é que muitas pessoas usam esse mecanismo natural de ação em todos momentos, mas, ansiedade foi fundamental para sobrevivência da espécie.

  • E quais são os dados sobre o panorama no brasil e no mundo da doença?

Sabemos que ansiedade, apesar de ser um fenômeno universal, onde é experimentado por todo mundo, inúmeras vezes ao longo de sua vida, ainda se torna difícil ter um panorama exato. Ansiedade é transtornos psiquiátrico mais prevalente, mas menos de 30% dos indivíduos que sofrem dele procura tratamento.

Os dados mostram que a ansiedade e as fobias constituem os principais problemas de saúde mental da população brasileira, com prevalências globais variando de 8% a 18% e estimativas de demanda potencial de 5% a 12%.

De acordo com Andrade (2002) onde estudou a prevalência de transtornos mentais CDI-10 (Classificação Internacional de Doenças), em São Paulo, verificou a prevalência para vida de transtorno de ansiedade generalizada (TAG) de 4,2%, transtorno de pânico de 1,6%, agorafobia de 2,1%, fobia simples de 4,8%, fobia social de 3,5% e transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) de 0,3%.

  • Quais os sintomas mais comuns da ansiedade? Eles podem ser diferentes em homens e mulheres, crianças ou idosos?

Grande parte dos estudos aponta que o transtorno sendo mais prevalente em adultos do que em adolescente e idosos, sendo mais comum em mulheres.

Os sintomas ansiosos variam, mas uma pessoa ansiosa pode apresentar dificuldade de controlar a preocupação quanto ao futuro, inquietação ou sensação de nervos “à flor da pele”, dificuldade de concentrar, pessoas que tem “ branco” na mente com frequência, tensão muscular, irritabilidade e também perturbação durante o sono (Dificuldade de manter o sono, acorda casando. Se caso esses sintomas forem experimentados na maior parte dos dias, durante seis meses é bom procurar um psicólogo cognitivo comportamental e psiquiatra para uma melhor avaliação.

A ansiedade é mais comum começar a aparecer os primeiros sintomas no final da adolescência até final dos 20 anos. Os sintomas da ansiedade são iguais para homens e mulheres só click here para criança que existe uma avaliação diferente.

  • A ansiedade pode gerar sintomas físicos como dores?

Os sintomas físicos que as pessoas ansiosas experimentam estão relacionadas aceleração do batimento cardíaco, distúrbios do sono, enrijecimento muscular. Muitas pessoas apertam a mandíbula, ou os punhos, ou flexionar outros músculos por todo o corpo a todo momento. Tem problema na vida sexual, homens com ejaculação precoce e mulher as vezes se sentem frigidas.

  •  A ansiedade pode gerar outros problemas de saúde?

Os problemas de saúde mais comuns de ansiedade são caracterizados pelo transtorno mental. Existe tipos de ansiedade que geral dificuldade de levar uma vida com qualidade, exemplo das pessoas que sofrem de TOC (transtorno obsessivo compulsivo) onde fazem rituais para diminuir ansiedade, e esses rituais levam tempo e um gasto excesso de energia ou síndrome do pânico, muitas pessoas no estado mais grave acabam se isolando com medo de ter um ataque a qualquer momento.

  • Existe uma grande relação da ansiedade com a obesidade, porque a pessoa com essa doença acaba comendo em excesso?

Existe uma relação, muitas pessoas com ansiedade acabam comendo para aliviar os sintomas. Mas isso é decorrente com o que representa a comida para essa pessoa ansiosa, ela pode gerar saciedade e assim mudando os pensamentos que estavam incomodando. É uma válvula de escape que gera uma consequência aversiva muitas vezes, ganho de peso.

  • Qual o profissional da saúde que deve ser procurado ao se detectar o sintoma de ansiedade?

Os profissionais que devem ser procurados em caso de ansiedade, primeiramente psicólogo analista do comportamento ou cognitivo comportamental que vão trabalhar os pensamentos, o comportamento, causa e a consequência da ansiedade. Muitas vezes é necessário psiquiatra medicamento, para ajudar no processo de psicoterapia.

  • Em relação aos tratamentos, eles são feitos com remédios, terapias, homeopáticos?

O tratamento é feito com terapia, onde vão acompanha o estado do transtorno, mudando os comportamentos e ajudando o paciente a lidar com a ansiedade. O medicamento que vai ser indicado pelo psiquiatra ajuda a lidar com os sintomas físicos da ansiedade.

Homeopatia não existe estudo científicos que comprovem a eficacíssima, mas cada profissional trabalha da forma que acha mais adequada visando a melhora dos sintomas do paciente, seguindo uma ética de trabalho.

 

  • Se você gostaria de ter suas perguntas respondidas pelo Grupo de Psicólogas, envie um e-mail para :  psicologiacomportamental@live.com